IBANEIS ROCHA E UMA LIÇÃO DE COMO SABER VIVER LONGE DA REALIDADE E DO QUE PROMETEU AOS ELEITORES!

quinta-feira, 10 de junho de 2021 0 comentários

IBANEIS ROCHA E UMA LIÇÃO DE COMO SABER VIVER LONGE DA REALIDADE E DO QUE PROMETEU AOS ELEITORES!


Numa solenidade nesta semana em Samambaia, o atual Governador mostrou que além da tradicional claque e de aproveitadores do tipo “moscas de padaria” que sempre segue os governadores quando eles vão as cidades do DF, as mesmas que usam apenas para se eleger, pouca gente além dessa turma parece querer se expor ao seu lado ou de sua comitiva, gerando sussurros e comentários, tal o vazio de lideranças e populares que se deu nesta solenidade murcha, onde apenas nomeados em cargos comissionados lambia e delirava numa falsidade uniforme e bastante conhecida, quando Ibaneis com sua troupe de apoiadores de ocasião, chegou para entregar mais um “pacotinho” de bondades certamente já de olho nos futuros eleitores, aqueles mesmos que hoje não conseguem terminar um ensino de secundário decente e proveitoso, não tem oportunidades no mercado de trabalho e passam sabe Deus o que, em termos de apuros com suas famílias afetadas e sem renda deste mesmo mercado.

Solenidades em que povo e suas lideranças sempre acorriam nos tempos áureos da politica polarizada entre dois partidos no DF, quando o povo e suas lideranças compareciam até em entrega de iluminação pública, coisa que neste atual Governo Ibaneis Rocha, parece quase que um calvário para aqueles que pedem uma mísera troca de lâmpadas nos postes das ruas das cidades.

Tentando fugir da convocação para depor na CPI e explicar os bilhões evaporados em dinheiro público durante a pandemia Covid19, o Governador Ibaneis Rocha se divide em duas realidades difíceis de administrar: Pensar em como vai encartar uma reeleição com sua credibilidade despencando a cada dia de forma explosiva junto a população do DF e especialmente junto ao eleitorado das cidades satélites que ele esqueceu, e paralelo a isto, o confronto que vem travando silenciosamente na sua base de apoio que está em rota de colisão, por não estar sendo atendida por ele, e já sendo considerado por muitos, apenas como  um paraquedista que caiu lá dentro e se apropriou da legenda, sabe Deus por que meios, numa eleição em que ele prometeu ser o tal do “novo”, usando inclusive o a tradicional roupagem de intimista, coloquial e usando até o tradicional chapéu de couro usado pelos nordestinos, próximo ao povo a quem abraçou distribuindo afagos, naquele velho modo de copiar lideranças com carisma, como Joaquim Roriz, a quem ele tentou imitar, mas que hoje é visto muito mais como verdadeiro “frankenstein” político tanto como integrante de esvaziado e manipulado a quatro mãos por dois ou três de seus “donos”, quanto como gestor público totalmente desacreditado junto a população, esm vida própria, sem rumo ideológico definido e sem qualquer possiblidade pelo que mostrou nestes mais de dois anos, de ser igual até mesmo aos piores, como os fatídicos socialistas que por aqui passaram na cadeira 01 do Buriti, vez que sua aceitação está totalmente no vermelho junto ao povo que o elegeu.

Tanto vai o jarro a fonte que termina quebrando.

Pelo visto Ibaneis Rocha nem com todo seu poderio econômico e sua monumental capacidade de exibição pessoal com seus dotes, de se mostrar exímio ostentador negociante de casas e aviões milionários irá conseguir convencer o povo de que alguma de suas suaviloquentes promessas será cumpridas em outro mandato.

Ibaneis Rocha pelo visto, veio, viu e perdeu, assim como vários de seus leais súditos na sinistra e biliardária CLDF!

RELEMBRANDO A MENTIRA:

Câmara publica lei que institui eleições dos representantes das cidades do DF. Se não for questionada, lei deve ser aplicada imediatamente. Ibaneis prometeu honrar o pleito.

 Agora está valendo: a eleição de administrador regional deve acontecer em 90 dias. A não ser que a lei que institui o pleito seja considerada inconstitucional pela justiça, por vício de iniciativa, o governador Ibaneis Rocha deverá promover as eleições, sob risco de crime de responsabilidade.

A lei chegou a ser vetada pelo ex-governador Rodrigo Rollemberg, mas a Câmara Legislativa derrubou o veto ao projeto do deputado distrital Chico Vigilante (PT) que institui a consulta aos moradores para a escolha do titular da principal representação do governo nas cidades.

Com a derrubada do veto, o projeto foi promulgado pela Câmara Legislativa e, publicado no Diário Oficial do DF nesta sexta, 1º de fevereiro. O projeto de Chico Vigilante prevê que qualquer eleitor inscrito na seção eleitoral da respectiva região administrativa poderá participar, votando, do processo de escolha do administrador. A decisão final, no entanto, ainda caberia ao governador.

De acordo com a lei, todo esse processo deverá ser organizado e concluído nos três primeiros meses do mandato do governador e terá validade de quatro anos.

 

FONTE:

https://blogdoheliorosa.wordpress.com/2019/02/04/eleicao-de-administrador-em-90-dias-se-nao-for-questionada/

 


Centrad em Taguatinga: uma outra promessa e cruz pesada e paga pelo povo sofrido que Ibaneis vai carregar até o fim de seu único mandato.

Tentando fugir da convocação para depor na CPI e explicar os bilhões evaporados em dinheiro público durante a pandemia Covid19, o Governador Ibaneis Rocha se divide em duas realidades difíceis de administrar: Pensar em como vai encartar uma reeleição com sua credibilidade despencando a cada dia de forma explosiva junto a população do DF e especialmente junto ao eleitorado das cidades satélites que ele esqueceu, e paralelo a isto, o confronto que vem travando silenciosamente na sua base de apoio que está em rota de colisão, por não estar sendo atendida por ele, e já sendo considerado por muitos, apenas como  um paraquedista que caiu lá dentro e se apropriou da legenda, sabe Deus por que meios, numa eleição em que ele prometeu ser o tal do “novo”, usando inclusive o a tradicional roupagem de intimista, coloquial e usando até o tradicional chapéu de couro usado pelos nordestinos, próximo ao povo a quem abraçou distribuindo afagos, naquele velho modo de copiar lideranças com carisma, como Joaquim Roriz, a quem ele tentou imitar, mas que hoje é visto muito mais como verdadeiro “frankenstein” político tanto como integrante de esvaziado e manipulado a quatro mãos por dois ou três de seus “donos”, quanto como gestor público totalmente desacreditado junto a população, esm vida própria, sem rumo ideológico definido e sem qualquer possiblidade pelo que mostrou nestes mais de dois anos, de ser igual até mesmo aos piores, como os fatídicos socialistas que por aqui passaram na cadeira 01 do Buriti, vez que sua aceitação está totalmente no vermelho junto ao povo que o elegeu.

Tanto vai o jarro a fonte que termina quebrando.

Pelo visto Ibaneis Rocha nem com todo seu poderio econômico e sua monumental capacidade de exibição pessoal com seus dotes, de se mostrar exímio ostentador negociante de casas e aviões milionários irá conseguir convencer o povo de que alguma de suas suaviloquentes promessas será cumpridas em outro mandato.

Ibaneis Rocha pelo visto, veio, viu e perdeu, assim como vários de seus leais súditos na sinistra e biliardária CLDF!


 Karlão-Sam

 

 

0 comentários :

Postar um comentário