SAMAMBAIA FUTEBOL CLUBE, VAI RENASCER?

quinta-feira, 29 de junho de 2017 0 comentários
O Samambaia Futebol Clube é uma agremiação da Região administrativa de Samambaia (DF). Foi fundado no dia 29 de Janeiro de 1993. O Samambaia estreou profissionalmente em 1995. O clube tem no escudo uma samambaia, além de ser um dos times mais pobres do Distrito Federal. O rebaixamento para a Segunda Divisão, em 1996, fez com que a situação, que já era ruim, piorar com o decorrer dos anos.
Em 1999 a grande promessa do Futebol candango Ivanildo Alves que veio das categorias de base do Gama e iria atuar na equipe profissional do Samambaia para a disputa do campeonato acabou sumindo conhecido como Noca o Jogador foi encontrado meses depois as paginas policiais preso por pratica de assalto dando um fim em sua carreira esportiva condenado a 5 anos de Detenção no artigo 157.
Tendo amargado a lanterna do torneio em 2001, colecionou dívidas astronômicas, fazendo com que o clube chegasse a ficar sem estádio, pois o Rorizão (inaugurado em jogo do Candangão de 1994 Samambaia 1x0 Brasília, termninando a competição em 4° lugar no geral) estava vetado para jogos (o gramado estava esburacado e os vestiários, destruídos). Por isto, mandou as suas partidas no Abadião, o estádio do Ceilândia.
primo pobre do futebol brasiliense acabou rebaixado em 1996. A partir daí, o clube nunca mais conseguiu o ligeiro sucesso que obteve no futebol candango em 1994, sempre sem dinheiro, sem muito apoio de empresários, torcedores e ainda sem fazer boas campanhas na segundona, permaneceu por lá mesmo. Uma excelente matéria do Correio Brasiliense do ano de 2001 falou da situação do time, que devido aos problemas financeiros tinha fama de caloteiro por não pagar salário, entre outros aspectos. O clube ficou na lanterna de seu grupo com apenas 1 ponto em 14 jogos disputados.
Uma das cidades mais pobres do Distrito Federal, Samambaia é conhecida como a menina dos olhos do governador Joaquim Domingos Roriz (PMDB). Além de ter criado a cidade, em 1989, em sua primeira gestão, o político gosta de se vangloriar internacionalmente do projeto, como se fosse um modelo de urbanização. Chegou a desfilar até na Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, em controvertida participação extra-oficial.
No futebol, porém, a situação de Samambaia é indiscutivelmente deplorável sob a terceira passagem de Roriz no Palácio do Buriti. O time da cidade, rebaixado em 1996, é miserável dentro e fora de campo. Neste ano, amargou a lanterninha da segundona e só ganhou dívidas.
Nem casa para jogar o time tem. Com o estádio público da cidade vetado desde o ano passado, por absoluta falta de condições (gramado esburacado e vestiários destruídos), a equipe tem mandado partidas na vizinha Ceilândia, no Abadião, outro pasto recentemente banido do futebol profissional pela Federação Brasiliense de Futebol (FBF).
O péssimo quadro do estádio de Samambaia, no entanto, não significa falta de ligações afetivas com o atual governador. Pelo contrário. Mais que a própria cidade, o político não apenas construiu, como dá nome à obra, executada durante seu segundo mandato. Batizado sem cerimônias de Rorizão, o estádio foi inaugurado em agosto de 1994, um ano depois do previsto. Foi o único construído por Roriz em três passagens pelo Buriti, em um total de oito anos.
Nada disso, porém, evitou que se tornasse inútil desde outubro de 1999, quando sediou uma partida oficial pela última vez. Essa crônica falta de jogos até foi capaz de começar a apagá-lo da memória coletiva. O deputado federal Wigberto Tartuce (PPB-DF), por exemplo, ignorou a existência da homenagem ao propor o nome de Rorizão para o projeto de megarreforma do Bezerrão, no Gama, lançado há duas semanas, em Águas Claras, residência oficial do governador.

O Retorno

Após ficar 2 anos sem disputar a segunda divisão de brasilia,a equipe seria retirada da FBF caso não disputasse a atual edição,mas o Samambaia retorna as atividades,a diretoria investe pesado pra formação do elenco. Contrata Carlos Félix pra ser Gestor de Futebol, Reinaldo Gueldini como Técnico, Recebeu 5 Jogadores do Brasiliense (no qual tem um parceria), por emprestimo: o zagueiro Somália O volante Lucas, os meias Elivelto e Carlyle e o atacante Daniel, além de contratar nomes como: Thyago Fernandes, o goleiro Donizzeti que no meio do campeonato foi contratado pelo CRAC para a disputa do Brasileirão Serie C 2014 e Allan Dellon considerada a grande estrela do time.
Com tanto investimento, o Samambaia que nem saiba se iria disputar o campeonato,passou a ser a favorita. E não decepcionou, na 1° Fase a equipe se classificou pra elite candanga com 1 rodada de antecedência e foi pra final da segunda divisão de brasilia, vencedo todas as 5 partidas disputadas na 1° fase, ficando em primeiro e se classificando pra final. Na final disputada contra o Cruzeiro Futebol Clube, bastava empatar pro time ser campeão, Mas a equipe samambaiense fez bem mas que isso, venceu o jogo por 2×0, gols de Edicarlos ao 15′ do 1° tempo e Cassius ao 35° do 2° tempo. Edicarlos se tornou artilheiro da competição. Com este resultado o Samambaia conquista a Segunda Divisão Brasiliense de 2014 seu 1° titulo oficial desde sua fundação.
Em 2015 a equipe que ficou inativa por 2 anos iria voltar a disputar a 1° divisão do Campeonato Brasiliense de Futebol depois de 18 anos sem disputar a elite candanga. Porém, o clube desistiu de participar da competição na última hora por motivos não divulgados. Com isto a competição passou a contar apenas com onze clubes e o Samambaia foi automaticamente rebaixado para a segunda divisão de 2016.

Agora em 2017, o Estádio de Samambaia está tendo seu gramado reformado e espera-se boas notícias com a participação da cidade nos campéonatos do DF.
http://cacellain.com.br/blog/?cat=33
FONTE: Wikipédia – Página do Clube no Facebook

0 comentários :

Postar um comentário