Quadro da Cultura atualmente no DF; "Requiescant in pace"!

sexta-feira, 8 de maio de 2015 0 comentários
BRASÍLIA, TÚMULO DA CULTURA!

Em artigo especial para o Brasília 247, o colunista Lelê Teles aborda a situação caótica da cultura no Distrito Federal: ‘O Teatro Nacional Cláudio Santoro está fechado. O Museu da República é somente a maquete de uma nave espacial. A moderníssima Biblioteca Nacional não tem acervo disponível para o povo. Agora, os artistas da cidade se perguntam, por onde andará Rollemberg?’, diz ele sobre o governador Rodrigo Rollemberg (PSB)
Por Lelê Teles
A ALMA DE BRASÍLIA MORRE, EM SILÊNCIO.
O Teatro Nacional Cláudio Santoro está fechado. O Museu da República é somente a maquete de uma nave espacial. A moderníssima Biblioteca Nacional não tem acervo disponível para o povo, é uma mera sala de estudos, de luxo, para concurseiros.
O Polo de Cinema é uma cidade fantasma. O Espaço Cultural Renato Russo está a ser devorado pelas traças. O Museu de Arte de Brasília é um elefante manco, a Galeria Athos Bulcão é só saudades, o espaço Mosaico e o Teatro Perdiz foram embora, o Balaio Café e o Café da Rua 08 também.
Hoje em Brasília ouve-se mais cigarras do que guitarras.
Uma ridícula Lei do Silêncio, a tal Lei nº 4.092/2008, sufocou os artistas que cantavam em bares e fins.
No último edital de apoio à cultura, o FAC, os projetos vencedores não receberam um mísero centavo, levaram calote. Há 28 anos a Secretaria de Cultura não realiza um concurso público.
Bares tradicionais e teatros fecham suas portas às artes, o espaço cultural ocupado há mais de uma década pelo tradicional e inventivo grupo Seu Estrelo será fechado pelo estado. Não há cinemas e nem teatros nas cidades satélites.
Hoje Brasília é o túmulo da cultura.


0 comentários :

Postar um comentário