HORA DE JUNTAR OS CACOS E SER MAIS PRESIDENTE E MENOS DILMA ROUSSEF.

domingo, 9 de novembro de 2014 0 comentários


HORA DE JUNTAR OS CACOS E SER MAIS PRESIDENTE E MENOS DILMA ROUSSEF.

Passada a temporada de embates diretos e bolas divididas, e após ter ganho uma a eleição exclusivamente por causa das suas ações sociais todas elas focadas em ganhar o seu novo, os brasileiros hoje em dia muito mais antenados em tudo o que acontece na política no país, já demonstram entender que chegou a hora de o Governo juntar os cacos e partir para as tomadas de soluções que resolvam os graves problemas do país.
Chegou o momento de anunciar medidas de preferência já anunciando o nome do novo Ministro da Fazenda, e já o levando para o encontro do G-20, palco ideal para sua estreia, respirando os ares da turbulência econômica mundial.
A semana que se encerrou deixou para os brasileiros, um travado e amargo gosto de um monte de notícias ruins, como a elevação disparada do preço do dólar, o rombo nas contas públicas de mais de 25 bilhões, a elevação da taxa de juros para mais de 11%, a demissão do Diretor da Transpetro, empresa encarregada de transportar os combustíveis Brasil afora, e o silencio amargurado do já demitido Ministro Mantega, que sai com jeito e modos de marido traído e de quem foi obrigado a engolir a traição das mentiras e números negativos que foi obrigado a esconder e ter sido enganado com coisas ocultas e guardadas para serem anunciadas somente após o resultado final das eleições.
Como por exemplo, o número manipulado e oculto pelo partido do Governo e suas assessorias, sobre o aumento do número de miseráveis abaixo da linha de pobreza, que foi criminosamente oculto durante e até o final da campanha
Dilma Roussef é sem dúvida a presidente de uma país dividido politicamente, com seus mais de 54 milhões de votos escrutinados de forma misteriosa pelo “apurador-mor”, o Ministro Dias Tofolli mais conhecido pela longa militância nos quadros petistas do que pelas suas qualificações na doutrina da qual Rui Barbosa foi “expert”, mas tendo contra si, o número gigantesco de votos nulos e brancos que chegaram a mais de 37 milhões, e mais os 52 milhões de votos dados ao seu oponente Aécio Neves, que saiu das apurações acusando o PT de ter feito a mais sórdida campanha já ocorrida na história política do Brasil.



É hora de descer do palanque, esquecer as trocas de ofensas e agressões, lembrar que o Brasil é muito maior do que os rivais das eleições, juntar os cacos e refazer o Brasil que os brasileiros esperam mais uma vez, depois de encerrar um ano em que as promessas e expectativas foram de novo muito maiores do que as realizações por parte dos governos, estaduais e federal, e ficam de novo como as mais baixas possíveis para o ano que vai entrar.
A mesma coisa e linha de pensamento deve ser tomada pelos governos estaduais e aqui do DF, com seus problemas conhecidos e cruciais como saúde, transportes públicos, a violência crescente, o desemprego e o consumo e o tráfico de drogas que aumentam em escalas assustadores em todo o país.
Governos estaduais, deputados e senadores aliás, estes, já devidamente colocados em xeque após a denúncia de que que quase todos eles foram financiados em suas campanhas por grandes empresas como as grandes e tradicionais financiadoras de campanhas as eleições no Brasil, as grandes construtoras, e que obviamente vão pedir e esperar o devido retorno em faturamento.
E principalmente, é hora de dar um basta em tanta mentira, que o povo não aguenta mais!

Karlão-Sam

0 comentários :

Postar um comentário