MÉDICO ACUSADO DO DESVIO DE 18 MILHÕES DE REAIS NO MARANHÃO, É ENCONTRADO MORTO EM SUA CASA

sábado, 14 de abril de 2018 0 comentários
NO MARANHÃO, MÉDICO ACUSADO DO DESVIO DE 18 MILHÕES DE REAIS É ENCONTRADO MORTO EM SUA CASA
 Médico suspeito de desviar R$ 18 milhões da Saúde é encontrado morto no MA
A polícia trabalha com a hipótese de suicídio, por enforcamento, mas não descarta outras possibilidades


AE -  Agência Estado
O médico Mariano de Castro, apontado como operador de um esquema que supostamente desviou R$ 18,3 milhões da área da saúde do Maranhão, foi encontrado morto em sua casa em Terezina, na quinta-feira, 12. A polícia trabalha com a hipótese de suicídio, por enforcamento, mas não descarta outras possibilidades.

Uma carta atribuída a Mariano foi encontrada pelos investigadores. O texto, supostamente de punho próprio do médico, foi publicado pelo blog do Neto Ferreira.

Mariano admite ligação com irregularidades. Mas deixou um recado enigmático: "A culpa não pode ficar só comigo." Mariano foi um dos alvos da Operação Pegadores, quinta fase da Sermão aos Peixes, da Polícia Federal no Maranhão, deflagrada em novembro. Ele estava em regime de prisão domiciliar, sob monitoramento de tornozeleira eletrônica.

O Ministério Público Federal havia se manifestado pela revogação da domiciliar, informou o escritório Rigueira, Amorim, Caribé, Caúla & Leitão - Advocacia Criminal, responsável pela defesa do médico.

"Mariano foi o único que ficou preso dentre as pessoas que foram presas ao se deflagrar a Operação e poderia estar sendo vítima dos infortúnios psicológicos da atualidade, onde se reforça o uso de pressões a favor da delação como mecanismo de suporte à investigação", argumenta o escritório.

O médico foi assessor da Secretaria de Saúde do Estado do Maranhão. Mariano era investigado como um dos principais articuladores de um esquema instalado no setor por meio da contratação de servidores públicos ‘fantasmas’ - apadrinhados de políticos - e do uso de empresas de fachada.

A PF descobriu que até uma sorveteria foi usada pela organização e, em fevereiro de 2015, ‘da noite para o dia’ passou por uma transformação jurídica e virou empresa gestora de serviços hospitalares para emissão de notas fiscais frias e levantamento de R$ 1,1 milhão em recursos públicos.

Continua depois da publicidade
A defesa
"Nota de pesar. É com imenso pesar que o Escritório Rigueira, Amorim, Caribé, Caúla & Leitão - Advocacia Criminal, recebeu a notícia do falecimento de Mariano de Castro Silva, investigado na Operação Sermão aos Peixes, após a divulgação midiática de suposta carta por ele escrita sobre fatos investigados."

"Mariano ficou preso preventivamente após fase ostensiva da operação, posteriormente foi colocado em prisão domiciliar e, atualmente, tramita Habeas Corpus a seu favor perante o Superior Tribunal de Justiça."

"O processo estava pronto para julgamento e contava com parecer favorável do Ministério Público Federal, no sentido de revogar a domiciliar, para que ele pudesse trabalhar e sustentar sua família."

"Relembramos, ainda, que Mariano foi o único que ficou preso dentre as pessoas que foram presas ao se deflagrar a Operação e poderia estar sendo vítima dos infortúnios psicológicos da atualidade, onde se reforça o uso de pressões a favor da delação como mecanismo de suporte à investigação."

"No mais, expressamos nossas condolências à família de Mariano neste momento de dor e sofrimento."


SAIBA MAIS:


“OPERAÇÃO PEGADORES”

Nomeada como “Operação Pegadores”, a investigação é a sequência da Operação Sermão aos Peixes. As investigações foram conduzidas em 2015 pela PF e foram encontrados indícios de que servidores públicos que exerciam cargos importantes na SES planejaram um esquema de desvio de dinheiro de verbas e fraudes no pagamento dos prestadores de serviço da instituição.

Na época, foram descobertos 424 nomes fantasias, compostos indevidamente na folha de pagamento dos hospitais estaduais. Quem se beneficiava com o sistema de corrupção eram nomes indicados por agentes políticos, incluindo familiares, parceiros políticos e companheiras dos envolvidos.
 Entre os nomes citados estão o governador Flávio Dino; o do secretário de Saúde, Carlos Lula; o ex-chefe da casa civil, Marcelo Tavares; a ex-subsecretária estadual de saúde, Rosângela Curado(foto) que concorreu ao cargo de prefeita de Imperatriz; e outros gestores públicos importantes.

O montante desviado chega a quase R$ 18,345 milhões, segundo a PF. No entanto, o dano aos cofres públicos pode ser maior, pois a prática dos desvios continuaram a ser praticados mesmo após a deflagração de outras fases da operação. A terceirização e a relação de administração pública foi utilizada para facilitar os desvios.

CARTA-CHAVE

O site Atual 7 teve acesso a uma suposta carta, feita por Mariano enquanto ele estava preso em Pedrinhas, trazendo a afirmação de que, por orientações do Palácio dos Leões, com o dinheiro utilizado da saúde pública, houve o custeio de até mesmo um caixão e o transporte da urna de um integrante do PCdoB nacional, partido do governador Flávio Dino.

Ainda segundo divulgado pelo Portal Atual7, houve também revelações de nomes e autoridades. Trechos exclusivos também foram adicionados, como a fala do médico: “A culpa não pode ficar só comigo…”, enfatizava Mariano.

CONFIRA A NOTA DA SAÚDE DO MARANHÃO

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) lamenta a trágica perda do médico Mariano de Castro e Silva, e se solidariza aos familiares e amigos deste profissional.

A Secretaria lamenta, ainda, que o médico Mariano de Castro e Silva seja mais uma vítima do período absolutamente autoritário que vive o Brasil, com restrição de direitos, presunção de culpa e ofensa a preceitos fundamentais da Constituição.

Neste momento delicado, a SES reforça seu papel de defesa irrestrita do sistema de justiça, no combate a todo e qualquer tipo de arbitrariedade.


A SES também repudia a postura adotada por alguns blogs maranhenses, que nesta hora de profunda dor, onde se exige o mínimo de humanidade e compaixão, produzem conteúdo sem o mínimo de ética e respeito.

0 comentários :

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Blog do Karlão Sam | TNB