UM ABACAXI PARA O WASNY

quarta-feira, 20 de março de 2013 0 comentários



Não é título de filme não! É abacaxi mesmo, o que o novo presidente da CLDF vai ter que encarar e descascar logo no início do mandato. Não bastassem as denúncias da gastos escorchantes feitos pelos ilustres deputados distritais, durante o ano inteiro, à média de 220.000,00 por mês, fora a "torração" também nas férias, agora vem o grande abacaxi:
Wasny de Roure (PT), mal assumiu o comando da instituição e terá um pepino de proporção milionária para descascar na volta das férias parlamentares. Pelo menos 30 deputados (entre atuais e ex-distritais) terão de devolver R$ 1,122 milhão à Receita Federal, referente aos valores pagos em 14º e 15º salários sobre os quais não incidiu Imposto de Renda, uma vez que a Casa entendia ser um benefício a título de indenização. Por deixar de recolher a parte do Leão, a própria Câmara foi notificada e multada em R$ 621 mil, valor que, somado à dívida dos políticos com juros e correção, chega à quase R$ 1,8 milhão!
ENTENDA BEM:
Com base na Lei nº 2.289, de 1999, editada pelos próprios distritais em conformidade com uma norma que já beneficiava os congressistas, os parlamentares locais receberam durante anos dois salários extras, um no início da sessão legislativa e o outro no fim. Segundo a regra, o valor deveria ser pago em espécie na forma de ajuda de custo, o que seria equivalente ao valor da remuneração (que, até 2010, era de R$ 12384,06 e, a partir de fevereiro de 2011, passou a R$ 20.042,35).
Mas o privilégio caiu em 2012, depois que os deputados, depois de sofrerem forte pressão popular, votaram o fim do 14º e 15º. Uma série de reportagens publicada pelo Correio no início de 2012 denunciou o recebimento do dinheiro em meio à folga de carnaval, os valores milionários percebidos pelos deputados e a insatisfação do trabalhador comum que não tem acesso a cotas extras. 
Comentário: Será que eles não conseguem nunca sair desse círculo vicioso de denúncias de abusos? Sempre a máscara caindo, de ano a ano! Mas fique tranquilo caro contribuinte e eleitor! E bem caladinho! Porque, quem vai pagar a conta, somos nós mesmos! E sem direito a reclamar!








0 comentários :

Postar um comentário