MARAJÁS DO DF EM FESTA!

quinta-feira, 5 de julho de 2012 0 comentários
CHORA QUEM ESPERA SINCERIDADE DA JUSTIÇA BRASILEIRA!

E a justiça, que já havia criado Débora e Bandarra, dá de novo o mau exemplo.
TJDF chama  os super-salários de “vantagens eventuais”.





                    Hoje o DF tomou conhecimento dos super salários(de novo?) dos marajás do TJDF, que já haviam sido noticiado há cerca de dois meses, quando surgiu  a denúncia de que um desembargador daquele tribunal estava recebendo mais de 400 mil reais por mês.
                           Dessa feita, apareceu até mesmo, um Técnico Penitenciário com salário de 156.000 reais percebidos no mês de Maio de 2012.
Conforme a lista de salários agora divulgada por força de lei, aparecem ainda naquele tribunal como coisa corriqueira, salários de 49.000 reais, 65 mil, 76 mil e até mesmo 94.000 mil reais!



                           Todos eles, portanto e em alguns casos, quase quatro vezes superiores aos do Governador Agnelo Queiróz que recebe 26.000 reais por mês e da própria presidente Dilma Roussef, com salário de 26.195 reais por mês.
                          Dizer ou comentar o que para as pessoas, trabalhadores comuns, que no seu dia a dia, são punidos causticamente pelas leis trabalhistas, como por exemplo no caso de faltas, onde um dia de trabalho perdido, significa a perda de uma folga , ou até mesmo desconto em salário. 



                              Sem se contar, a cara feia do chefe, o esporro geral e a vergonha na frente dos colegas.
No Brasil que se diz a sexta maior economia do mundo, Fernando Collor de Mello, deve corar envergonhado, ele que de lança em riste,  qual um quixote cômico há mais de vinte anos, travou uma luta ingente contra este tipo de desmandos e mau uso do dinheiro público.




  De absurdo e contradições que dá vergonha de narrar, ele contrariou interesses, os mais escusos, que terminaram tecendo a teia negra e traiçoeira que terminou com seu impeachment.
Tida como séria, sisuda, pragmática, severa e fria na aplicação de suas leis, a justiça brasileira tem sido severamente criticada, pela manchas de acusações especialmente quanto a envolvimento de seus  membros em todo tipo de atividades, contrárias a sisudez e comportamento ético que o cargo deveria mostrar.
Já houve quem dissesse em citações plenamente divulgadas pelo mundo inteiro especialmente nas redes sociais, que “a lei é a forma criada para se burlar a justiça”.
Pelo menos até provas em contrário, milhões de trabalhadores, pais e mães de famílias já acreditam piamente nisso.





Com informações do  Correio Braziliense e internet.


0 comentários :

Postar um comentário