UMA ARMA NA TUA CARA! VOCÊ JÁ PASSOU POR ISTO? EU JÁ!

quarta-feira, 16 de setembro de 2015 0 comentários


Você só entende de fato o que é a violência, quando dá gratuitamente de cara com ela na sua frente, de repente.
Na última quinta-feira as 17:30h, entrei numa loja para comprar um cartão de memória, e em menos de 5 minutos eu e outras pessoas, nos vimos todos frente a frente com um vagabundo com duas armas, uma delas já engatilhada e que exigiu especificamente todos os celulares, e ao perceber que estava sendo filmado pela câmara da loja e sempre ameaçando atirar, pegou os objetos e saiu, subindo na moto do comparsa que o esperava e fugiu, sem molestar ninguém graças a Deus.
 Aí você entende o que é o trauma de ser assaltado, em plena tarde numa rua de comércio movimentado;eu ainda corri ao grande mercado na frente da loja do outro lado da avenida onde como se sabe, sempre tem um policial nas imediações, mas não havia ninguém, e 15 minutos depois mesmo diante de tantos telefonemas( A PC está de greve; ganham tão pouquinho!), dos  clientes e do pessoal da loja não passou naquela avenida uma moto sequer, ou uma viatura!
DETALHE: Há 20 dias estivemos na CLDF, cobrando melhorias no atendimento do telefone 190, que está terceirizado pela Secretaria de Segurança(temos?) e não atende nem em caso de morte, mas a cobrança vai toda para a cima da PM.
Após esta cruciante experiência pessoal, pergunto a vocês: Temos segurança pública em nossa cidade? Temos um secretário de segurança Pública em Brasília? Quem é ele? Alguém sabe o nome dele? Ele sabe onde fica a minha e as outras cidades do DF?
Que Governo é esse que não consegue dar ao povo que o paga, o mínimo de segurança, nem dentro de uma loja numa avenida movimentada?
AH! E tinha que ter sido numa quadra do esquecido e abandonado lado das quadras ímpares de Samambaia, para não fugir das queixas e reclamações e cobranças que faço em meu blog há tantos anos.
E enquanto um deputado federal nazistóide de cara fechada, como se isto quisesse dizer seriedade de propósitos, e que se diz o grande fazedor e realizador de feitos prodígios pela segurança pública do DF e fez dela o trampolim  que o fez subir na política, e agora aparece com seu nome citado no rol dos corruptos e mostrando reluzente arma posta na cintura, a realidade do brasilienses está cada dia pior: Pagamos impostos que os mantém e aos seus mais espúrios e negros interesses, e os vagabundos, qual baratas saídas de repente dos bueiros, nos metem a arma na cara, na ausência deles, que foram treinados e são regiamente pagos para isto.
Se eu fosse Governador de Brasília (ou deputado distrital, ou secretário de segurança!) estaria morrendo de vergonha, se a tivesse na cara!
Pobre povo do DF e suas cidades! E pobres de nós com tanta mentira, trapaça e embromação!
Karlão-Sam.

0 comentários :

Postar um comentário