RODRIGO E RENATO: UMA DUPLA DESAFINADA NO GOVERNO DO DF. ATITUDE PRA MUDAR O QUE MESMO?

sábado, 19 de setembro de 2015 0 comentários


Uma das formas encontradas ainda em campanha pelos então candidatos ao GDF Rodrigo Rollemberg(PSB) e o seu vice Renato Santana(PSD), foi a iniciativa de conversar com o povo e as lideranças sociais nas rodas de conversas espalhadas por toda á cidade do Distrito Federal, naquele momento o povo se sentiu confiante e mais seguro por ter os candidatos mais próximos á eles, falar, discutir e ao mesmo tempo poder perguntar diretamente aos candidatos sobre as suas propostas de melhorias para a nossa tão amada Brasília.
Uma das metodologias de inteligência política de um candidato é com certeza a aproximação com a sociedade, conversar e ouvir, assim fez o eleito governador Rodrigo Rollemberg(PSB) e o seu vice-governador Renato Santana(PSD), ambos andaram nas ruas, nas feiras, em casas humildes, abraçou criancinhas pobres, beijou as idosas nas ruas e se fez presente na vida do eleitorado Brasiliense. Hoje voltando às ruas a pergunta que se houve é: Cadê o governador Rodrigo Rollemberg? Cadê o menino da Ceilândia Renato Santana, que se achava o centro das atenções na cidade? 

Só pra ressaltar que o Deputado Federal Rogério Rosso presidente do (PSD-DF) deu um tiro no pé ao indicar para vice-governador um desconhecido sem experiência e sem expressividade alguma de voto no Distrito Federal.
Com as promessas de mudanças e melhorias na cidade Rollemberg e o seu vice, se mostrou ser uma inovação algo revolucionário, mas ao que indica nada mudou ou vai mudar, a crise instalada no GDF não é novidade agora e não era novidade antes, pois mesmo antes de assumir o seu mandato o governador já sabia da existência desta crise, a sua equipe de transição tinha por obrigação tomar conhecimento e informar a realidade do rombo deixado pelo o ex-governador Agnelo Queiroz(PT). Mas o que se houve hoje são desculpas dadas por uns secretariados desacreditados pelo povo, secretariados estes que o governador procurou com perfis técnicos, e que hoje vêm se mostrando despreparados e sem experiências administrativas com muitas teorias e nada de pratica, traduzidos para o linguajar popular “muitas balelas e poucas ações” assim traduz as atitudes do governador Rollemberg.
Mas deixando a crise de lado, e voltando a frase de campanha “ATITUDE PARA MUDAR” fica a indagação popular, quando vai começar a tal mudança prometida? Até o momento não se vê o governador apresentar soluções para os problemas, mas para o incrível que pareça a única mudança apresentada para o povo que o elegeu foi o aumento de impostos e nada mais, e até o momento Rodrigo Rollemberg ou o seu vice Renato Santana, não se apresentou para explicar as quebras de promessas e as desonras com os votos á eles confiados.
Jornal Regional.

0 comentários :

Postar um comentário