PRIMEIRA PARADA LGBT ACONTECE EM SAMAMBAIA.

terça-feira, 25 de setembro de 2012 1 comentários


CONTRARIANDO PRECONCEITOS,MAS AINDA DIVIDIDA.


Acontece no próximo dia 21 de outubro a primeira parada gay ou LGTB realizada em em Samambaia nos seus 23 anos.
Embora seja caracterizada pela tentativa de se unir  o movimento, é possível sentir que ele ainda está divido em prós e contras,com grupos diferentes querendo assumir a liderança da manifestação. 
A parada que tem o apoio do GDF através da Administração Regional da cidade, não poderia até por suas próprias características, de muita festa e gente alegre em todas as cores, ser realizada sem contestações por parte de setores da comunidade, alguns não considerando esse tipo de festa como manifestação cultural, outros que acham um abuso com dinheiro público, e outros que apelam ao mais profundo sentimento religiosos e contestam o movimento mesmo sem entender suas raízes e razões.
Mas não deixa de ter o apoio e o alegre patrocínio de que quem, de maneira entusiástica, leve e totalmente descontraído e  despido de preconceitos, já apoia movimentos similares em todo o DF.
É isso mesmo! E cada um patrocina e participa daquilo que tem a ver consigo, ou com sua inteligencia e emoções. E a cada um, o seu direito e o seu espaço.

Karlão-Sam



1 comentários :

  • Anônimo disse...

    Estes gays não se respeitam, pois extrapolaram o princípio da boa moral. Havia banheiros químicos, mas a maioria fazia suas necessidades à vista, na frente de todos. Homem mijando agachado e mulher mijando em pé, era uma imoralidade total. Muitos deles estavam despidos e mostrando até partes íntimas. Outros faziam gestos obscenos e eram puxados por um carro de som com dançarinos semi-nus, onde os locutores, líderes da parada, gritavam palavras de ordem contra os heterossexuais e evangélicos, além de vasto vocabulário torpe (palavrões). Havia muita sujeira das muitas latas e garrafas de bebidas alcoólicas e das pitucas de cigarros, inclusive de maconha, e não foram poucas camisinhas que ficavam espalhadas pelo chão, como se os moradores de Sodoma houvessem ressuscitado. Realmente eles mesmo não se respeitam e são um bando de pervertidos!!! Eles deveriam procurar melhorar sua postura e imagem, se inserindo na sociedade de maneira discreta e sem esse comportamento marginal e assombroso. Infelizmente são parte de um grupo que defende exclusividade de leis e tratamento, querendo que a sociedade os engulam. Isso não é tolerância e nem respeito, e sim HETEROFOBIA com pinceladas de IMORALIDADE e DESRESPEITO.

Postar um comentário